Harmonização de pratos com vinhos, cervejas e bebidas sem álcool

Harmonização de pratos

Harmonização de pratos
Harmonização de pratos

Sabe aquela receita que de tão deliciosa você tem a certeza de que não dá pra melhorar? A gente também acreditava que elas existiam… Isso até começarmos a falar de HARMONIZAÇÃO DE PRATOS.

Não se sabe ao certo quando exatamente a técnica de harmonização de pratos surgiu na história gastronômica, no entanto escalar bebidas para realçar os sabores das refeições que você está oferecendo pode ser considerada uma verdadeira arte que vem de muitos anos. E uma arte valiosa!

Portanto, na hora de montar aquele prato delicioso, já pense no que poderia vir acompanhando ele, destacando assim ainda mais as receitas que escolheu para servir à mesa. Para ajudar você nesse processo separamos 3 dicas bacanas envolvendo 3 tipos de bebidas: cervejas, vinhos e bebidas sem álcool.

1) HARMONIZAÇÃO COM VINHOS

Vinho Tinto – sempre vão melhor com carnes, mas como são vários os tipos, os tintos são muito versáteis.

Tinto seco leve – carnes vermelhas fritas ou grelhadas, frango assado ou cozido, pizzas, bacalhau com molho e paella são ótimas pedidas;

Tinto seco encorpado – carnes assadas e queijos brancos, como o brie e o camembert caem bem;

Tinto leve – massas com molhos leves;

Tinto encorpado – queijos duros, como o provolone;

Tinto seco – massas com molho de tomate, ou com molho de ervas ou ainda com molho condimentado, além de queijos amarelos, como o parmesão e gouda, e frios em geral são combinações perfeitas;

Vinho Branco – os vinhos brancos, sejam eles jovens e frutados ou encorpados e fermentados, são melhores quando harmonizados com peixes e frutos do mar; e quase nunca combinam com comidas muito temperadas e carnes vermelhas.

Vinho Rosé – são ótimos com arnes magras grelhadas, frango assado, verduras gratinadas, massas italianas, charcutaria, entradas, tortilhas e omeletes. E não cai bem com peixes e mariscos cozido simples, peixes magros grelhados, carnes gordas e e queijos azuis,

Espumante – são flexíveis e vão bem com diversos pratos, mas a sua excelência se dá quando servidos como aperitivos, harmonizando muito bem com queijos de massa branca, como o Brie e o Camembert, peixes fumados (salmão), carnes gordas assadas (leitão, porco), aves assadas (frango, pato), entradas e aperitivos

Vinho do Porto – frutas secas, bolos, queijos azuis, sorvetes e sobremesas são boas combinações.

Dito tudo isto, não se deixe limitar. O vinho, assim como quase tudo na vida, é uma questão de gosto. O melhor a fazer é seguir os seus instintos e tentar novas experiências. Use o seu bom senso, molde a harmonização ao seu gosto, sempre evoluindo aos poucos e no final se permita novas descobertas.


Conhece alguém que tem uma paixão por comida? Que ama experimentar coisas!


2) HARMONIZAÇÃO COM CERVEJAS

Pilsen – Cervejas leves e descontraídas, as cervejas Pilsen pedem harmonizações despreocupadas. Podem acompanhar bem queijos leves, nozes, amendoins ou castanhas, e pratos que não gerem atrito de sabores, como pastel, croquete e comidas de boteco que tem gordura, mas não tem um sabor muito forte. Frutos do mar como camarão, lula e mariscos refogados, de consumo comum em praias, como uma boa alternativa para combinar com Pilsens.

Weiss – Cervejas de trigo em estilo alemão são um coringa. Vai muito bem com saladas como uma caprese, uma caesar salad, com aqueles pratos mais leves da culinária japonesa ou um queijo de cabra. Podem ser opção para comida mexicana, pela carbonatação e acidez que apresentam, assim como massas recheadas e comida de boteco.

Vienna Lager – As Vienna Lager apresentam equilíbrio entre o lúpulo e o malte, e casam bem com hambúrguer grelhado.

India Pale Ale – As IPAs têm como estrela o lúpulo e vão bem com comidas gordurosas, pois ajudam a limpar o paladar.

Rauchbier – As cervejas com característica defumada também combinam bem com pratos mais fortes e gordurosos. Então na hora do churrasco, da feijoada, pratos com feijão preto e embutidos, utilize o tipo Rauchbier!

Porter ou Stout – Cervejas pretas de origem inglesa, com notas de café e chocolate, harmonizam bem com chocolates e outros doces.Também é possível harmonizá-las com presunto cru e queijos azuis, como o gorgonzola.

3) HARMONIZAÇÃO COM BEBIDAS SEM ÁLCOOL

Sucos ácidos – Sucos como limão, laranja ou abacaxi com hortelã realçam o sabor da carne vermelha e ainda que ajudam na digestão!

Água de coco gelada – Essa bebida suave e refrescante se dão bem com pratos que levam limão, pimenta, gengibre ou hortelã, como os deliciosos pescados.

Sucos adocicados – Sucos de morango, amora, framboesa se dão muito bem com carnes brancas também! Especialmente as grelhadas. Aposte nessa combinação e será sucesso!

Outros:

Suco de Caju – Carne branca como bacalhau, filé de merluza ou pirão.

Chás gelados com limão – Os chás de limão se tornam combinações perfeitas para massas com molhos leves.

Soda Limonada – Comidas de aniversário e festas, como cachorro-quente ou bolinhos fritos de queijo.

Caldo de Cana – O delicioso caldo de cana tem sabor popularmente reconhecido quando alinhado com o bom pastelzinho de carne ou queijo.

 

Referências:
http://g1.globo.com/especial-publicitario/somos-todos-cervejeiros/noticia/2016/02/com-que-combina-aprenda-harmonizar-cerveja-com-comida.html#
http://www.petitgastro.com.br/confira-dicas-de-harmonizacao-de-pratos-com-cada-tipo-de-vinho/
http://receitas.ig.com.br/pequeno-guia-de-harmonizacao-de-pratos-com-bebidas-sem-alcool/n1597214180330.html

Veja o Vídeo e entenda como funciona o Dinneer:

 Coma no Dinneer! Entre aqui! Seja um anfitrião!

Deixe seu comentário